Como colocar idiomas no currículo (níveis de idioma para colocar)

Você já fez o mais difícil: aprender outro idioma. Para garantir que o seu esforço não foi em vão, veja como colocar idiomas no currículo.

Joana Silveira
Joana Silveira
Especialista em carreira
Como colocar idiomas no currículo (níveis de idioma para colocar)

Você fala mais do que the book is on the table. Mas, ter este conhecimento não vale muita coisa se você não comunicar ao recrutador sobre os seus idiomas no currículo. Para não vacilar, continue lendo este guia.

 

Nos próximos 5 minutos, você aprenderá:

 

  • Como colocar idiomas no currículo;
  • Níveis de idiomas no currículo;
  • Como colocar curso de idiomas no currículo;
  • Exemplos de idiomas no currículo;
  • E mais!

 

Economize horas de trabalho e faça um currículo como esse. Escolha um modelo para preencher dentre os mais de 18 modelos de currículos para baixar.

 

CRIE SEU CURRÍCULO

 

modelo de currículo

 

O que usuários disseram sobre a ResumeLab:

“Eu tive uma entrevista ontem e a primeira coisa que me falaram foi: “nossa, adoramos seu currículo!”
Patrick

“Adorei a variedade dos modelos. Parabéns, continuem com o bom trabalho!”
Dylan 

“Meu currículo anterior era muito fraco, e eu passei horas formatando ele no Word. Agora eu consigo mudar qualquer coisa em minutos. Maravilhoso!”
George

CRIE SEU CURRÍCULO

 

Falar um segundo idioma é impressionante, mas você deve ter outras habilidades importantes. Para colocar todas elas no seu currículo, pode contar com o blog da ResumeLab Brasil. Nele você encontra dezenas de artigos como estes:

 

 

Como colocar idiomas no currículo

 

  1. Separe um espaço na seção de informações adicionais no currículo;
  2. Diga o nome do idioma;
  3. Informa o seu nível de proficiência;
  4. Coloque o nome do curso que você fez;
  5. Inclua a data de conclusão do curso.

 

Exemplo: como colocar idiomas no currículo

CERTO

Informações adicionais

Inglês avançado (Escola de idiomas X - formatura prevista para dezembro de 2021)

 

Caso você fale mais de três idiomas, siga esta mesma fórmula, mas mude a seção do documento na qual você coloca estas informações. Crie uma seção chamada “Idiomas”, dando destaque para as línguas que você domina.

 

O gerador de currículos da ResumeLab é mais do que parece. Pegue conteúdo específico para aumentar suas chances de conseguir o emprego. Inclua descrição das experiências, listas e habilidades. Fácil. Leve seu currículo ao próximo nível com nosso gerador de currículos agora.

 

gerador de currículos

 

CRIE SEU CURRÍCULO

 

Mas, se você estiver enviando o currículo para concorrer à uma vaga em que o segundo idioma é fundamental, é fundamental mostrar logo de cara que você domina o segundo idioma. Separe um espaço nas informações pessoais no currículo e siga esta fórmula:

 

Nome da profissão + bilíngue (fluente em insira o nome do idioma)

 

Exemplo: como colocar idiomas no currículo (idioma é requisito)

CERTO

José Ferreira

Jornalista bilíngue (fluente em inglês)

(xx) xxxxx-xxxx

jose.ferreira@email.com

 

Aumente suas chances com uma carta de apresentação combinando com o currículo. Escolha um modelo de carta de apresentação e faça seus documentos se destacarem.

 

modelo de carta de apresentacao

 

CRIE SUA CARTA DE APRESENTAÇÃO

 

Quer inspiração para fazer sua carta de apresentação? Veja exemplos de cartas de apresentação prontas.

 

Níveis de idioma no currículo

 

Somente 1% dos brasileiros são fluentes em inglês. Talvez você tenha dúvida de se você está neste grupo. É importante sanar ela antes de escrever o currículo. Se você colocar o nível errado, o recrutador pode pensar que está mentindo. Essa é a mentira mais comum.

 

Os níveis de idioma no currículo e o que eles significam:

 

  • Básico: conhecimentos de algumas palavras e frases para sobrevivência;
  • Intermediário: você é capaz de manter conversas simples;
  • Avançado: é capaz de expressar ideias complexas sem esforço;
  • Fluente: entendimento total. Fala e escreve praticamente como um nativo.

 

Alguns países possuem um sistema padronizado para julgar a sua proficiência em um idioma. O mais famoso é o Quadro Europeu de Referências Para Línguas, que é usado na União Europeia. Se você quer uma vaga no velho continente, use estes níveis de idiomas:

 

  • A1: usuário iniciante. Usa palavras e frases simples,
  • A2: usuário básico. Compreende e constrói frases completas, ainda que simples;
  • B1: usuário intermediário. Expressa e compreende ideias simples sem esforço;
  • B2: usuário independente. Entende a idéia principal de discursos complexos;
  • C1: usuário proficiente. Desenvolve e entende discursos complexos sem dificuldade;
  • C2: usuário com domínio pleno. Praticamente um nativo, na fala e na escrita.

 

Você ainda está em dúvida sobre qual nível colocar? Estes testes ajudam:

 


As easy as ABC. Você ainda tem alguma dúvida sobre como colocar idiomas no currículo? Os níveis de idioma para currículo estão claros? Se você quiser fazer alguma pergunta, coloque um comentário abaixo e vamos conversar!

Avalie meu artigo: colocar idiomas curriculo
Obrigado por votar!
Média: 5 (2 votos)
Joana Silveira
Joana Silveira
Joana é especialista em carreira e criação de currículos.

Foi interessante? Veja artigos similares

Currículo ou curriculum: qual usar e como se escreve?

Currículo ou curriculum: qual usar e como se escreve?

Às vezes bate aquela dúvida: como se escreve currículo ou curriculum vitae? Qual é o certo e qual usar? Neste artigo, você verá a resposta para essas perguntas e um modelo de CV.

Joana Silveira
Joana Silveira
Especialista em carreira